#EUQUEROMEAPOSENTAR

Londrina consegue mais de 6 mil assinaturas contra a PEC da Miséria

A coleta de assinaturas contra a reforma da Previdência será mantida no Calçadão A coleta de assinaturas contra a reforma da Previdência será mantida no Calçadão
quarta-feira, 05/06/2019

Com atividades realizadas no Calçadão, na UEL (Universidade Estadual de Londrina) e em outros locais de grande concentração de pessoas, o Sindicato de Londrina, em conjunto com a FETEC-CUT/PR (Federação dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito do Paraná), conseguiu mais de 6 mil assinaturas no documento que exige de deputados e senadores a rejeição da PEC (Proposta de Emenda Constitucional).

De acordo com Geraldo Fausto dos Santos (Ceará), diretor da FETEC-CUT/PR, as listas com as mais de 6 mil assinaturas contra a reforma da Previdência já foram enviadas para Curitiba, onde as entidades que coordenam esta campanha remeterão os apoios a esta mobilização em defesa da aposentadoria em todo o Estado para a CUT Nacional.

“Essa foi a primeira etapa da luta contra esse reforma perversa, que se for aprovada pelo Congresso Nacional do jeito que está jogará milhões de brasileiros e brasileiras na miséria, pois não terão mais direito a um benefício para garantir seu sustento”, explica Ceará, dizendo que a coleta de assinaturas será mantida até o dia 14 de junho, data em que haverá a Greve Geral convocada pelas Centrais Sindicais, Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo e outras entidades.

Em Londrina, a Greve Geral terá uma grande concentração de trabalhadores e trabalhadoras no dia 14, a partir das 9h00 em frente ao Terminal Central de Transporte Coletivo.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE