1º DE MAIO

Classe Trabalhadora vai às ruas contra a reforma da Previdência

Classe Trabalhadora vai às ruas contra a reforma da Previdência
terça-feira, 30/04/2019

A Defesa da Previdência Pública, Universal e Solidária será tema das atividades do feriado deste dia 1º de Maio em diversas cidades do País, destacando o espírito de luta desta data e a insatisfação da Classe Trabalhadora contra mais esse ataque aos direitos fundamentais.

Essa mobilização nacional está sendo orientada pelas Centrais Sindicais e diversas Frentes, reunindo diversas entidades, ONGs (Organizações Não Governamentais), movimentos, coletivos etc.

No Paraná, a CUT realizará na quarta-feira (1º/05), em Curitiba, uma série de atividades com o tema “Chega de desemprego! Em Defesa da Aposentadoria”. Às 8h00 haverá café da manhã, ato ecumênico e caminhada na Paróquia São João Batista, localizada na Rua Baltazar Carrasco dos Reis, 698, no Bairro Rebouças.

A celebração do Dia da Classe Trabalhadora em Londrina terá uma grande concentração no Centro Cívico, a partir das 9h00, e depois carreata até o Residencial Flores do Campo.

A organização é do Coletivo de Sindicatos, Frente Ampla, Frente Feminista de Londrina, Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo e das Pastorais Sociais, Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Londrina.

“Esta mobilização do dia 1º de Maio é uma preparação para a Greve Geral contra essa reforma proposta pelo governo Jair Bolsonaro. Não podemos ficar de braços cruzados diante das mudanças que jogarão na miséria milhões de brasileiros e brasileiras”, alerta João Antonio da Silva Neto, diretor do Sindicato de Londrina.

De acordo com João, as Centrais Sindicais estão apontando como data indicativa para a Greve Geral o dia 14 de junho.

Clique aqui para saber mais.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE