NINGUÉM MERECE TRABALHAR ATÉ MORRER

Greve Geral em Londrina mobiliza mais de 2 mil pessoas

A concentração da Greve Geral em Londrina ocorreu em frente ao Terminal Central de Transporte Coletivo A concentração da Greve Geral em Londrina ocorreu em frente ao Terminal Central de Transporte Coletivo
sexta-feira, 14/06/2019

Mobilização na agência 0109, do Itaú

Dirigentes do Sindicato no prédio central do Bradesco 

Houve protesto também na unidade que abriga a Regional do Itaú em Londrina

Com a adesão de motoristas e cobradores do transporte coletivo urbano, servidores estaduais, municipais e federais, de trabalhadores e trabalhadoras de diversas categorias profissionais e do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra) mais de 2 mil participaram em Londrina nesta sexta-feira (14/06) da Greve Geral contra a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 6/2019, que propõe a reforma da Previdência.

Com o tema “Você não merece trabalhar até morrer”, os manifestantes se reuniram no Terminal de Transporte Coletivo Urbano, localizado na Avenida Leste-Oeste a partir das 9h00. Nos discursos, dirigentes de entidades sindicais, populares e sociais criticaram a proposta do governo Jair Bolsonaro (PSL) que pretende dificultar a aposentadoria da Classe Trabalhadora e o acesso de benefícios a pessoas carentes e deficientes.

Por volta do meio-dia, eles saíram em passeata pelas principais ruas do Centro de Londrina para finalizar a mobilização às 14h00 no alto do Calçadão, como novo Ato Público.

Paralisação dos bancos

O Sindicato de Londrina participou da Greve Geral retardando o expediente de sete agências bancárias, que só abriam as portas às 12h00.

Após esta ação sindical, dirigentes do Sindicato se uniram aos demais trabalhadores e trabalhadoras mobilizados neste dia de Greve Geral contra a reforma da Previdência e retrocessos do governo Bolsonaro.

“Assim como ocorreu em diversas outras cidades do País, fizemos nossa parte, mobilizando a categoria contra o fim da aposentadoria, em defesa dos bancos públicos e por políticas que levem o Brasil a retomar o desenvolvimento, com geração de empregos, inclusão social e distribuição de renda. Só assim vamos conseguir superar essa crise e acabar com as injustiças”, avalia o presidente do Sindicato de Londrina, Felipe Pacheco.

Por Armando Duarte Jr.

Felipe Pacheco, presidente do Sindicato, na atividade realizada na agência Ouro Verde, da Caixa

A agência Pé-Vermelho, da Caixa, também teve o expediente retardado


Diretores do Sindicato na agência Centro do Santander


Defesa dos bancos públicos foi lembrada nos protesto

COMPARTILHE