CONTRA O ARROCHO SALARIAL

Servidores estaduais recebem Ratinho Jr. com vaias nesta sexta (4) em Londrina

Servidores estaduais cobraram o fim do arrocho salarial do governador Ratinho Jr. Servidores estaduais cobraram o fim do arrocho salarial do governador Ratinho Jr.
sexta-feira, 04/02/2022

O governador do Paraná, Ratinho Jr. (PSD), foi recebido com vaias na manhã desta sexta-feira (4/02), ao chegar ao IDR (Instituto de Desenvolvimento Rural), antigo IAPAR (Instituto Agronômico do Paraná), para entregar de veículos à 17ª Regional de Saúde e anunciar obras.

O protesto foi organizado pelo Coletivo de Sindicatos de Londrina e teve a participação de representantes de várias entidades representativas de servidores públicos estaduais descontentes com o reajuste de apenas 3% nos salários, cortes nas progressões e promoções, contra a LGU (Lei Geral das Universidades) e a falta de concursos públicos para repor o quadro de pessoal.

Também estiveram presentes na “recepção” ao governador Ratinho Jr. representantes dos politicais, que exigiram a regulamentação da jornada de trabalho e a correção da tabela de salários da categoria.

Segundo o secretário de Formação do Sindicato de Londrina, Laurito Porto de Lira Filho, que participa da coordenação do Coletivo de Sindicatos, a luta dos servidores públicos estaduais é muito justa, pois há oito anos eles estão com os salários congelados e sofrendo ataques aos direitos. “Desde o governo Beto Richa (PSDB), os servidores do Paraná são massacrados com ‘pacotes de maldades’ do governador de plantão, seja pela falta de reajuste salarial ou pelo corte de direitos. O dinheiro que o Ratinho Jr. anuncia obras e tentar emplacar sua reeleição vem do arrocho imposto aos servidores do Paraná”, aponta Laurito, lembrando que a inflação de 2021 passou de 10%.

Nesta semana o Fórum de Entidades Sindicais (FES) enviou mais um ofício para a Casa Civil, solicitando uma agenda com o governo para tratar da data base e outras perdas do funcionalismo, mas até agora não obtiveram resposta.



Dirigentes do Sindicato de Londrina participaram do protesto dos servidores estaduais

Faixas denunciaram o arrocho salarial do funcionalismo, que acumula perdas de 38%

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por Armando Duarte Jr./Fonte: Coletivo de Sindicatos de Londrina

 

 

COMPARTILHE