ALERTA PARA OS RETROCESSOS

Deputado Enio Verri fala do desmonte das empresas públicas no Sindicato de Londrina

Deputado Enio Verri fala do desmonte das empresas públicas no Sindicato de Londrina
segunda-feira, 19/07/2021

O Sindicato de Londrina recebeu na última sexta-feira (16/07), a visita do deputado federal Enio Verri (PT/PR), que estava acompanhado da vereadora Lenir de Assis (PT).

O deputado falou sobre a necessidade de se fazer o enfrentamento contra as políticas de desmonte das empresas estatais e privatizações do serviço público, no âmbito da reforma administrativa proposta pelo governo Bolsonaro, e de organizar as forças sociais para vencer as eleições de 2022.

Enio Verri também repassou detalhes à Diretoria do Sindicato sobre a tramitação da reforma tributária, apontando seus efeitos para a Classe Trabalhadora, como a redução de direitos e mudanças nas regras da Declaração do Imposto de Renda.

Segundo o deputado, com o fim do desconto de 20% para quem faz a Declaração Simplificada, milhões de brasileiros pagarão mais já que a proposta do governo Bolsonaro prevê esse desconto apenas para quem ganha até R$ 3,333 por mês.

“Bolsonaro e Paulo Guedes mandaram para a Câmara uma nova proposta de reforma tributária tão injusta quanto a tributação que nós já temos. Com o fim da declaração simplificada e outras mudanças, essa reforma tributa mais quem ganha menos, aumenta o tributo das empresas que geram empregos e diminui os impostos de especuladores que aplicam no mercado financeiro”, apontou Enio Verri.

Para o presidente do Sindicato de Londrina, Felipe Pacheco, a conversa com o parlamentar foi muito importante e reforça a necessidade de que a Classe Trabalhadora construa um movimento forte para barrar a agenda de retrocessos do governo federal. “Resistência é a nossa palavra de ordem para impedir mais ataques aos direitos dos trabalhadores, defender o serviço público e as empresas estatais”, afirma Felipe, lembrando que no dia 24 de julho haverá novos protestos pelo “Fora Bolsonaro” em todo o País e no exterior.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE