INSEGURANÇA

Bandidos explodem caixas eletrônicos no Banco do Brasil e Sicredi em Abatiá

O prédio da agência do Banco do Brasil em Abatiá foi destruído na madrugada de domingo (27/01) - Fotos: Informepolicial.com O prédio da agência do Banco do Brasil em Abatiá foi destruído na madrugada de domingo (27/01) - Fotos: Informepolicial.com
segunda-feira, 28/01/2019

A força dos explosivos arremessou o guarda volumes
da agência do Sicredi para fora do prédio

As agências do Banco do Brasil e do Sicredi em Abatiá, na base territorial do Sindicato de Cornélio Procópio, foram atacadas por uma quadrilha de assaltantes de banco na madrugada de domingo (27/01).

Os caixas eletrônicos foram explodidos com grande quantidade de dinamite, provocando a destruição quase completa das agências.

Na ação, os bandidos fizeram vários disparos para o alto para afugentar a população da cidade e, segundo testemunhas, um dos integrantes da quadrilha ser feriu e teve que ser carregado por seus comparsas durante a fuga.

O presidente do Sindicato de Cornélio Procópio, Elizeu Marcos Galvão, avalia que os bancos precisam investir mais em segurança, adotar novas tecnologias para impedir esse tipo de ataque que se tornou constante em todo o País.

“O movimento sindical defende, primeiramente, a colocação da porta de segurança na entrada dos prédios que abrigam os bancos, além da instalação de vidros blindados em toda a fachada, câmaras de vídeos na parte interna e outros dispositivos necessários para inibir esse tipo de ataque”, explica.

Em 2018, foram registradas 11 ocorrências policiais envolvendo bancos nas bases do Vida Bancária.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE