CAIXA

Sindicatos do Vida Bancária apoiam Chapa 1 na Funcef

Sindicatos do Vida Bancária apoiam Chapa 1 na Funcef
segunda-feira, 05/07/2021

Nos dias 22, 23 e 24 de julho, os empregados e empregadas da Caixa Econômica Federal participantes da Funcef participarão das eleições para definir seus representantes nos Conselhos Deliberativo e Fiscal da Fundação de previdência complementar. Os Sindicatos do Vida Bancária, assim como a Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), a Fenae (Federação Nacional das Associações de Pessoal da Caixa) e outras importantes entidades apoiam a Chapa 1 – A Funcef é dos Participantes.

O primeiro turno da votação ocorrerá das 11h do dia 22 de julho às 18h de 24 de julho deste ano. Já o segundo turno será realizado entre 3 e 5 de agosto.

O presidente do Sindicato de Londrina e coordenador do Vida Bancária junto à Fetec-CUT/PR (Federação dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito do Paraná), Felipe Pacheco, afirma que os candidatos da Chapa 1 têm compromisso e experiência para representar os participantes nos Conselhos da Funcef.

“Apoiamos a Chapa 1 para valorizar a representação dos participantes na Funcef, garantir que os investimentos sejam seguros, bem como para assegurar a manutenção dos seus direitos perante a Fundação. É muita responsabilidade, por isso precisamos eleger as pessoas certas para os Conselhos Deliberativo e Fiscal”, alerta Felipe.

Conheça os integrantes da Chapa 1 - Funcef é dos Participantes:

Conselho Deliberativo: Nilson Alexandre de Moura Junior (titular) e Maria de Jesus Demétrio Gaia (suplente)

Conselho Fiscal: Heitor Menegale (titular) e Valter San Martin Ribeiro (suplente)

Principais propostas da Chapa 1:

- Valorizar a representatividade dos participantes e garantir sua participação na gestão da Fundação.

- Diversificar os investimentos a fim de aumentar a rentabilidade e reduzir riscos.

- Reduzir os juros do CredPlan e considerar os benefícios do INSS na margem consignável.

- Equiparar os benefícios das “Mulheres Pré 78” com os dos participantes aposentados, com aporte da Caixa.

- Reduzir o impacto do equacionamento por meio da aplicação da Resolução CNPC 30, ampliando o prazo e diluindo as contribuições extraordinárias.

- Cobrar da Caixa sua responsabilidade no pagamento do contencioso referente às demandas trabalhistas.

- Lutar pela recuperação da paridade do Reg Replan Não Saldado quebrada com o TAC assinado por todos os diretores indicados e eleitos.

- Defender a incorporação do REB ao Novo Plano possibilitando aposentadoria adequada a todos os participantes e assistidos.

- Fortalecer a governança e adotar práticas de compliance assegurando independência entre as instâncias diretivas e transparência nas deliberações.

- Impedir a reforma estatutária proposta pelo Conselho Deliberativo e aprovada com voto de qualidade do presidente indicado pela Caixa, desobedecendo ao estatuto vigente.

- Defender a avaliação técnica dos ativos imobiliários da Funcef pelos engenheiros e arquitetos da CAIXA.

- Suplência ativa, incluindo os conselheiros suplentes nas reuniões dos colegiados para mantê-los integrados aos debates.

Fonte: APCEF-RJ

COMPARTILHE