CAIXA

Entidades criticam novo PDVE e cobram contratações

PDVE faz parte da política de desmonte da Caixa rumo à privatização PDVE faz parte da política de desmonte da Caixa rumo à privatização
sexta-feira, 17/05/2019

A Caixa Econômica Federal lançou nesta sexta-feira (17/05) o terceiro PDVE (Programa de Demissão Voluntária Extraordinário), que prevê o desligamento de 3,5 mil de empregados.  A redução dos postos de trabalho atingirá especialmente os 28 mil empregados que atuam na matriz e nos Escritórios Regionais da Caixa.

 A Fenae (Federação Nacional das Associações de Pessoal da Caixa) e a Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) criticam essa medida e voltam a cobrar mais contratações para que o banco público volte a ter o quadro de pessoal que tinha em 2014, com aproximadamente 101 mil empregados.

Atualmente, a Caixa tem 84mil empregados, conta com 4 mil agências espalhadas em todo País e atende a maioria dos munícipios brasileiros. “O enxugamento de pessoal da Caixa é algo que só beneficia o sistema financeiro privado e acentua a concentração bancária no País, além de prejudicar diretamente a população brasileira atendida”, destacou Jair Ferreira.

De acordo com informações divulgadas pelo banco, serão convocados a partir do dia 3 de junho serão convocados os candidatos aprovados no concurso realizado em 2014, sem, no entanto, especificar a quantidade das novas contratações. Pelo menos, 25% serão PNEs (Pessoas com Necessidades Especiais).

Desmonte segue em frente

Para o secretário de relações Sindicais e Sociais do Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região, Dionísio Reis Siqueira, o PDVE contribui para o desmonte da Caixa.

“Na realidade o que já vem sendo reivindicado nas mesas permanentes é a contratação de mais empregados e não um PDVE nestes moldes, que se traduz na discriminação dos empregados que pretenderem aderir”, pontou Dionísio.

O prazo de adesão ao PDVE vai vigorar a partir de segunda-feira (20) e seguirá até o dia 7 de junho.

O que está sendo oferecido?

- Salário base de 31/12/2018

- 9,7 salários de abono

- Desligamentos na matriz e filiais de 10/06 a 5/07

- Desligamentos rede: nos meses de agosto e setembro/2019

Requisitos para aderir ao PDVE

- Estar aposentado pelo INSS

- Estar apto a se aposentar pelo INSS até 31/12/2019

- Ter pelo menos 15 anos de exercício efetivo na Caixa
 

COMPARTILHE