FILAS NOS BANCOS

Atividade em Londrina orienta clientes a exigir seus direitos

Diretores do Sindicato de Londrina na atividade realizada na agência Praça Willie Davids, do Bradesco Diretores do Sindicato de Londrina na atividade realizada na agência Praça Willie Davids, do Bradesco
segunda-feira, 11/10/2021

Valdecir Cenali, diretor do Sindicato de Londrina, distriuiu material com informações sobre direitos dos clientes

Filas enormes se formam nas agências em busca de atendimento presencial

O Sindicato de Londrina deu início nesta segunda-feira (11/10) uma série de atividades que tem o objetivo de orientar clientes e usuários dos serviços prestados pelos bancos a cobrar seus direitos. Com o investimento pesado nas novas tecnologias digitais, o setor fechou diversas unidades e milhares de postos de trabalho bancário nos últimos tempos, gerando o aumento das filas e na demora para atendimento presencial nas agências.

Valdecir Cenali, diretor do Sindicato de Londrina, afirma que atualmente tem um número reduzido de bancários trabalhando e em geral nos bancos tem apenas uma pessoa para auxiliar nos terminais eletrônicos e no máximo dois caixas presenciais. “Os bancos tentaram expulsar os clientes das agências, mas não levaram em conta que muitas pessoas não conseguem realizar suas operações nos celulares e nem mesmo nos caixas eletrônicos. O resultado são muitas filas, demora no atendimento e sobrecarga de serviços”, explica.

Como os bancos não aceitam realizar contratações, Valdecir disse que a saída encontrada pelo Sindicato é orientar os clientes e a população em geral a procurar o Procon e o Banco Central para registrar reclamações.  “Estamos distribuindo um material com os números de contato destes órgãos que são responsáveis pela fiscalização do atendimento. Existem Leis determinando limite de espera e elas precisam ser cumpridas”, ressalta o diretor do Sindicato de Londrina, lembrando que esse problema não é culpa dos bancários, mas sim dos bancos, que cobram tarifas caras e não oferecem aos clientes o retorno adequado quando precisam movimentar suas contas.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE